Página 2 de 2

O que caracteriza o seguro para frotas de veículos?

seguro-frota-de-veiculos

O seguro para frota pode ser contratado por pessoa física ou jurídica e vai estabelecer separadamente ou de forma combinada a cobertura do veículo (casco) e a de danos corporais e materiais a terceiros (Responsabilidade Civil Facultativa de Veículos – RCF-V), abrangendo o pagamento de custas judiciais. Além dessas garantias, podem ser acrescentadas as coberturas para acidentes pessoais de passageiros (APP) e também contra danos à carroceria blindada e aos objetos transportados, entre outros benefícios. Esse seguro considera muitos aspectos na sua contratação, como a quantidade de veículos, histórico de sinistros, características do grupo segurado, região de circulação e forma de cobrança.
QUAIS SÃO OS TIPOS DE SEGURO PARA FROTAS?

Há duas modalidades de contratação de um seguro para frota: por grupos de afinidade ou apólices coletivas. Grupos de afinidade são representados por um empregador ou associação constituída, reunindo empregados de uma mesma empresa, por exemplo. O empregador pode incluir seus próprios automóveis e, em alguns casos, os dependentes dos associados são aceitos na mesma apólice. A seguradora emite certificados individuais de seguro para todos os integrantes do grupo e o pagamento de cada seguro é independente. No caso das apólices coletivas, existe um único proprietário (pessoa física ou jurídica), para cujo CPF ou CNPJ é emitida uma única apólice, com cobrança unificada. O contratante pode incluir veículos próprios, alugados ou arrendados, mesmo os que venha a utilizar durante a vigência do seguro.

QUANTOS CARROS CARACTERIZAM UMA FROTA?

A partir de um conjunto de dois veículos pode ser contratado um seguro automóvel frota, por uma única pessoa jurídica ou física. Pode haver exigência de um número mínimo de veículos para a contratação, conforme a seguradora. Algumas consideram um grupo de quatro veículos como uma frota, outras consideram apenas a partir de cinco ou seis bens segurados.

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DE CONTRATAR O SEGURO DE FROTAS?

Contratar seguro de frota é vantajoso em função da economia, já que o custo da apólice é cobrado uma única vez, ao invés de incidir sobre cada veículo. O risco é calculado de forma ampla e as seguradoras disputam clientes no mercado, oferecendo descontos para as empresas. Há ainda o ganho o adicional de poder incluir veículos de dependentes e familiares no conjunto segurado.

Empresa bate recorde ao transportar 55 mil toneladas de soja até o Uruguai por hidrovia

Ao todo, 32 barcaças de 66 metros de largura e 420 metros de comprimento percorreram mais de 1.400 km

Fonte: Redação Globo Rural

Em maio, a Hidrovias do Brasil, empresa de logística integrada com foco no aproveitamento do transporte hidroviário na América Latina, bateu recorde ao transportar 55 mil toneladas de soja do Paraguai ao Uruguai. A carga percorreu um trajeto de 1.490 quilômetros de hidrovias, onde há restrições quanto ao número de embarcações permitidas para navegação, devido à profundidade fluvial.

transporte-de-carga-hidrovia

(Foto: Divulgação/Hidrovias Brasil)

A empresa desenvolveu uma estratégia para transportar a carga completa de forma mais eficiente e com redução de custos, com 32 barcaças de 66 metros de largura e 420 metros de comprimento, acopladas simultaneamente.

O processo logístico teve início com o carregamento de 20 barcaças na Zona de Asunción, Paraguai, e, em seguida, foram acopladas a essas barcaças mais 12 que estavam em confluência (junção dos rios Paraguai e Paraná). Assim, seguiram até San Lorenzo, Argentina, onde foi necessário dividir o comboio em 16 e 16 (limite permitido neste trecho), até chegar ao destino final, Nueva Palmira, Uruguai.

Com esta operação logística disruptiva, a Hidrovias do Brasil obteve cerca de 55% de redução em custos. Esta movimentação foi realizada no Corredor Logístico Sul, onde a empresa atua por meio da hidrovia Paraguai-Paraná e movimenta mais de 6 milhões de toneladas de cargas diversas, como commodities agrícolas, minérios, celulose, entre outros.

Violência no trânsito gera perda anual bilionária ao País

Em 2016, a violência no trânsito gerou ao País perda de produção da ordem de R$ 146 bilhões, o equivalente a 2,3% do Produto Interno Bruto (PIB), revelou a economista Natália Oliveira, coordenadora do Centro de Pesquisa e Economia do Seguro (Cpes), da Fundação Escola Nacional de Seguros (Funenseg), ao participar do fórum ‘Segurança no Trânsito’, promovido dias atrás pela Folha de São de Paulo. O prejuízo corresponde ao valor atual do que seria gerado ao longo da vida produtiva pelo trabalho de 33,5 mil pessoas que faleceram e outras 28 mil que tiveram invalidez permanente no ano passado.

violencia-transito-seguros

(Foto: Divulgação)

Segundo Natália Oliveira, cerca de 75% dos acidentados estão na população economicamente ativa. “Há uma discussão ética quando se pensa em avaliar quanto custa uma vida, mas temos que saber o quanto a sociedade, como um todo, perde quando tiramos essa vida”, disse Natália, que participou da mesa de discussão ‘O custo da insegurança’.

Para ela, os números demonstram uma necessidade urgente de investimento em segurança viária no País. “O Brasil precisa gastar dinheiro para aumentar a fiscalização e melhorar as estradas. Não é como um investimento em educação, que, apesar de necessário, demora 20 anos para trazer um retorno. Aumentar a fiscalização para mudar um comportamento no trânsito traz um retorno financeiro imediato”, destacou.

O estudo calcula a perda da capacidade produtiva ocasionada por acidentes que resultaram em mortes e invalidez permanente, com base nas estatísticas do seguro DPVAT, que a partir da operação Tempo de Despertar foram, contudo, colocadas sob suspeição, considerando o elevado número de fraudes praticadas contra esse seguro por organizações criminosas.

Pesquisa encomendada pelo Movimento Paulista de Segurança no Trânsito à fundação Sistema Estadual de Análises de Dados (Seade), aponta, por sua vez, que só nas rodovias federais e estaduais, foram R$ 5 bilhões perdidos em 2016. O número leva em conta gastos como a destruição do veículo, despesas hospitalares e a perda de produtividade. “São aproximadamente R$ 15 milhões por dia. São números muito assustadores”, disse Carlos França, chefe da divisão de produção e analista de projetos da fundação, conforme informou a Folha de São Paulo.

Fonte: Gente Seguradora

Quais são as coberturas de um seguro de automóvel?

O tipo de cobertura básica oferecida pelos seguros de automóvel é a compreensiva, que inclui os riscos de colisão, incêndio, roubo ou furto. Pode incluir danos a terceiros e a passageiros do veículo em caso de acidente. Sua extensão vai depender do tipo de seguro contratado, se ele prevê indenização integral, pode basear-se no valor de mercado referenciado ou ter valor determinado. A cobertura para riscos de danos a terceiros é a Responsabilidade Civil Facultativa de Veículos, que garante o reembolso de indenizações que você seja obrigado a pagar devido a danos causados a outras pessoas ou a proprietários de bens materiais. Prevê também o pagamento de advogado e custas judiciais. Coberturas adicionais podem ser combinadas de acordo com a oferta e interesse do segurado, incluindo proteção aos vidros (cobertura de danos aos vidros, lanternas, faróis e retrovisores), carro extra (locação por tempo determinado em caso de sinistro com o automóvel) e assistência 24 horas.

seguro-automovel

COBERTURAS BÁSICAS

A cobertura compreensiva constitui a base das propostas de seguro de automóveis. Ela atende a dano parcial ou integral ao veículo por colisão, incêndio ou roubo/furto. Inclui abalroamento, capotagem ou derrapagem, dano causado por carga transportada; dano causado quando o veículo estiver sendo transportado; ato danoso praticado por terceiros; alagamento, enchente e inundação; ressaca, vendaval, granizo e terremoto; raio; incêndio ou explosão. Prevê reembolso dos valores reclamados por terceiros que tenham sofrido danos materiais e corporais (morte ou invalidez) ou que tenham contraído despesas médicas e hospitalares em razão de acidente. Também cobre danos corporais causados aos passageiros em razão de acidente de trânsito envolvendo o veículo segurado.

COBERTURAS ADICIONAIS

Coberturas adicionais oferecem reparo ou reposição dos vidros laterais, traseiro e para-brisa, em caso de quebra, trinca ou qualquer dano. Algumas seguradoras oferecem também cobertura para faróis, lanternas e retrovisores (lente, espelho e carcaça). Podem garantir locação de veículo por 7, 15 e até 30 dias, em caso de sinistro com o automóvel segurado. Se o veículo usar gás combustível, pode contratar a cobertura Kit Gás, para o caso de um acidente atingir o equipamento, ou em caso de furto ou roubo (para garantir essa cobertura, caso o equipamento não seja original de fábrica é preciso comprovar que a conversão foi feita legalmente).

BENEFÍCIOS OFERECIDOS PELAS SEGURADORAS

As seguradoras costumam agregar outros benefícios às garantias adicionais, como a assistência 24 horas, que com algumas variações oferecem serviços como socorro mecânico, reboque para resgatar veículo de acidente, pane mecânica ou elétrica, remoção médica, despachante, chaveiro, eletricista, troca de pneus e até mesmo motorista substituto, quando o condutor fica impossibilitado de dirigir. Quem utiliza o automóvel para trabalhar (táxi ou serviço de aplicativo), pode contratar cobertura de lucros cessantes. Se houver acidente ou roubo do automóvel, o segurado receberá diárias pelos dias em que não trabalhou, enquanto seu carro estiver em conserto, ou até que a indenização seja paga. Na apólice estão definidos o valor de cada diária e o limite máximo de dias indenizáveis

Bernard&Bernard marca presença na Festejar Gramado 2017

Nos dias 20 e 21 de maio, aconteceu a Festejar Gramado, feira de negócios para festas e eventos dedicada a cinco segmentos: aniversários, casamentos, eventos corporativos, formaturas e festas infantis.

O evento realizado na Caza Wilfrido, em Gramado, reuniu 75 expositores de produtos e serviços e teve grande presença de público durante os dois dias. A Bernard & Bernard Seguros, tendo em sua carta de produtos a modalidade de seguro para eventos, se fez presente em família.

Ler mais

Mercado segurador deverá aumentar preços para compensar sinistralidade

seguros-preçoA expectativa é de melhora gradativa ao longo deste ano, mas o crescimento nas ocorrências de despesas e a demora na reprecificação pode impulsionar ajustes e subir competitividade no setor.

Ler mais

Bernard&Bernard presente no lançamento da Revista Eléve edição 26

Publicação comemora sete anos de circulação e traz na capa da edição comemorativa o ex-craque Dunga ao lado da filha estilista Gabriela Verri

equipe-bernard-revista-eleve

No dia 26 de abril aconteceu o lançamento da 26º edição da Revista Eléve, durante o evento que celebra os 7 anos de circulação da editoria.  A comemoração, realizada no Espaço 373, em Porto Alegre,  contou com a participação e apoio da Bernard&Bernard.

Ler mais

Seguro obrigatório para eventos: Projeto de Lei em tramitação na Câmara

A Câmara está bem perto de aprovar Projeto de Lei que obriga os promotores e organizadores de eventos artísticos, culturais e esportivos a contratarem seguro por danos pessoais causados em decorrência desses eventos ou de incêndio, destruição ou explosão de qualquer natureza.

seguro-para-eventos

Ler mais

Seguro de Transportes de Carga – Cobertura Nacional e Internacional

O seguro de transportes de carga divide-se em duas categorias: nacional e internacional. A cobertura se dá para sinistros e prejuízos causados à carga durante seu transporte em vias terrestre, aérea e marítima.

seguro-de-carga

Como é feita a contratação do Seguro de Cargas

Ler mais

Brasil é o 8º país mais perigoso para o transporte de cargas

Na última quinta-feira (16), o Sistema Firjan (Federação das Indústrias do Rio de Janeiro) apresentou ao ministro da Justiça Osmar Serraglio, nove propostas da Carta do Rio, documento que marcou o lançamento do Movimento Nacional Contra o Roubo de Cargas, liderado pela Federação, e que foi assinada por 111 instituições, empresas e representantes do setor público e de forças de segurança.

Ler mais

Página 2 de 2

Bernard & Bernard Seguros