Esse tipo de seguro é feito para garantir a integridade de bens e mercadorias transportadas em meios rodoviários, ferroviários, aéreos e hidroviários, quer sejam de responsabilidade de empresas transportadoras ou de um trabalhador autônomo. Existem duas modalidades para o seguro de cargas. O chamado seguro de responsabilidade civil, contratado de forma obrigatória pelo transportador, garante o reembolso de indenização para reparar danos, selando o compromisso de entrega da carga transportada.  Sua cobertura é restrita a sanar prejuízos pela mercadoria devido a qualquer tipo de acidente com o veículo, porém não cobre roubo ou furto, nem mesmo danos causados pelo acondicionamento da carga.

A outra modalidade de seguro para transporte de cargas é facultativo e pode ser contratado tanto pelo vendedor como pelo comprador da mercadoria que deve ser transportada. Ele abrange duas categorias, a nacional que cobre o mercado interno e a internacional, destinada ao mercado de importação e importação. Existe uma variedade de tipos de apólices para esse tipo de seguro, com variedade em termos de cobertura. A maior parte delas, no entanto, oferece cobertura complementar ao seguro de responsabilidade civil, atendendo casos de roubo, furto e armazenamento indevido, por exemplo.
Responsabilidade civil

Os seguros de responsabilidade civil têm coberturas variadas, conforme o meio de transporte, as características da carga e os riscos envolvidos. As coberturas básicas são determinadas pela Superintendência de Seguros Privados (Susep) e sua contratação é obrigatória. No caso do transporte rodoviário, existe o tipo obrigatório, contratado pelo transportador, chamado Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Cargas (RCTR-C) Cobre prejuízos causados nas mercadorias transportadas sob sua responsabilidade, na hipótese de ocorrer um acidente rodoviário envolvendo o veículo, como colisão, capotagem, abalroamento, tombamento, incêndio ou explosão do veículo. Há outro opcional, também destinado aos transportadores rodoviários, que cobre prejuízos do roubo da carga, praticado com grave ameaça ou violência, ou do “desaparecimento” das mercadorias transportadas executado por bandidos em ações que vão da apropriação indébita ao sequestro, passando por estelionato, furto simples ou qualificado e extorsão, chamado Seguro de Responsabilidade Civil Facultativo por Desaparecimento de Cargas (RCF-DC).

Para outros meios de transporte existem coberturas específicas nessa modalidade: Seguro de Responsabilidade Civil do Transportador Aéreo de Carga (RCTA-C), que cobre perdas e danos causados a bens e mercadorias transportados sob sua responsabilidade e oferece garantia para riscos decorrentes de acidentes aéreos que danifiquem ou causem perda da carga durante o percurso da viagem. Para transporte sobre a água (mar, rios e lagoas), existe o Seguro de Responsabilidade Civil do Transportador Aquaviário de Carga (RCA-C), que cobre danos e perdas causados a bens e mercadorias transportados sob sua responsabilidade. Também oferece garantia para riscos sofridos pela embarcação, decorrentes de encalhe, naufrágio ou afundamento; abalroamento ou colisão, incêndio ou explosão durante o percurso e nos depósitos, armazéns ou pátios usados pelo segurado nos locais de início, pernoite, baldeação e destino da viagem, mesmo que os objetos segurados se encontrem fora da embarcação. Para essa categoria há ainda o Seguro de Responsabilidade Civil do Armador – Cargas (RCA-C), para transportadores marítimos, fluviais e lacustres. Uma outra modalidade desse tipo de seguro é o Seguro de Responsabilidade Civil do Transportador em Viagem Internacional (RCTR-VI), que numa única apólice cobre perdas e danos causados a bens ou mercadorias de terceiros, transportados sob sua responsabilidade. É muito utilizado por transportadoras que fazem viagens com destino a países do Mercosul.

 Coberturas básicas e adicionais no seguro de transporte de cargas

Existe uma grande variedade de coberturas a serem consideradas pelo comprador ou vendedor que deseja segurar sua mercadoria em trânsito e garantir a entrega devida. Do tipo básico há coberturas amplas e restritas com garantias específicas. Dependendo do meio (rodoviário, aéreo, fluvial ou ferroviário), da rota (nacional ou internacional) e do tipo de mercadoria que será segurada, contratar um seguro de transporte de cargas exige uma boa análise das condições oferecidas na apólice.

Como para os seguros de veículos, há adicionais importantes que as seguradoras oferecem que podem tornar-se bons aliados no deslocamento da carga, como apoio 24 horas, acompanhamento por satélite, atendimento mecânico e outros.